Dia do Servidor Público

Nesta semana comemoramos o Dia do Servidor Público (28). Conheça aqui, pessoas que ajudam a construir uma cidade melhor.

E abaixo, os depoimentos com foto!

1. Rogério Rosa Pereira, Secretaria da Administração

Admissão: 2005
São 13 anos de Prefeitura, quando iniciou pela Guardinha! E no RH fez muito parcelamento de FGTS que na época estava sendo regularizado. Nesse tempo já tinha prestado concurso e torcia muito para ser chamado, até que aconteceu. Para ele, esse primeiro ofício foi determinante, com inteira certeza de que deveria e deve ser o único, pois gosta demais do que faz e se dedica muito. E não esquece de todo apoio do colega Nóbrega, para chegar à direção. Segundo ele, apesar de toda a exposição que o funcionalismo público oferece, o fazer com dedicação resolve tudo. Reconhece que não é fácil, mas que não vem a passeio; vem trabalhar com prazer e isso lhe dá muita satisfação. Rogério, parabéns pelo prazer do seu trabalho ter sido identificado tão cedo.

 

2. Martha Vanisse Rossi, Secretaria da Ação Social e Cidadania

Admissão – 1994
24 anos de vida pública. Diz que o acaso a trouxe, depois do fechamento da cerâmica em que trabalhava, arriscou o concurso público. Só não esperava ser destinada ao Hospital, que na época era da prefeitura. Pelo seu pavor de sangue passou por um momento difícil de adaptação. E pela bagagem trazida por ter trabalhado em cartório foi transferida para o Jurídico, onde trabalhou por 15 anos. Depois disso, surgiu a oportunidade de voltar para a Saúde, no setor de Transporte dentro do hospital. Mais forte e querendo se desafiar voltou e ficou feliz com a superação! Hoje está na Ação Social e Cidadania continua satisfeita com tanta experiência adquirida e por tantas oportunidades. Para ela o segredo é estar disposta para abraçar o programado e o inesperado. E acima de tudo ter muita gratidão. Parabéns Martha pela disposição de sempre que já a marcou com superações. Merecimento!

 

3. Matheus Damato Junior, Secretaria da Cultura

Admissão: 1986
Desde muito menino, aos 15 anos, serve a prefeitura. E uma de suas primeiras tarefas incluía pesquisa de certidões negativas, em livros; e as impressões eram feitas em três vias de carbono…em três vias!!! Atentem-se aos detalhes! Em 1989 iniciou a graduação em Jornalismo e em seguida teve a oportunidade de estágio na área, pelo então prefeito Coutro. Já concursado, Matheus sempre se dedicou além dos deveres. Revelou um imenso orgulho em sentir que seu trabalho, em muitos momentos fazia parte do alavancar da cidade. E com olhos brilhantes revelou que está perto de se aposentar, logo mais daqui três anos. E que de todo esse tempo, o ano de 2005, foi um divisor de águas no progresso da cidade. Foi quando o desenvolvimento bateu em seu coração cheio de orgulho em fazer parte dessa história. Hoje é coordenador da Sala Palma de Ouro!

 

4. José Mauricio de Barros, Meio Ambiente

Admissão: 2013
Ele era de empresa privada e tinha o desejo de ser servidor municipal. E então passou no concurso para fiscal ambiental. Sente que seu trabalho tem um algo a mais, pois vai refletir nas gerações futuras. Por isso age com muito engajamento. Fiscaliza queimadas, terrenos mal cuidados, corte de árvore indevido, empresa que polui… Sua busca pela satisfação não é em benefício próprio, mas para todos. Pensa inclusive em fazer uma Pós-graduação em Engenharia Ambiental para o aperfeiçoamento do trabalho. Para ele, todos nessa secretaria merecem essa homenagem. Parabéns Maurício pela dedicação que você deve ter como missionária!

 

 

5. Pamela Alves Claudino, Secretaria de Negócios Jurídicos

Admissão: 2013
Pamela chegou à prefeitura porque gosta da ideia de estabilidade. Nesses cinco anos já conheceu algumas rotinas da Secretaria de Negócios Jurídicos e isso a deixa muito animada e satisfeita. Hoje, ela se sente mais preparada para ajudar as pessoas que atende e até para ser útil fora do trabalho. Seu interesse pelos assuntos que rondam o setor jurídico da prefeitura despertou o desejo de cursar Gestão Pública. Seu depoimento vai contra o estigma de que o funcionário público trabalha pouco, pois revela que as vezes a demanda executada com prazer a enche de conhecimento e a estimula ver o andamento das demandas, e a querer sempre contribuir para isso. Parabéns Pamela! Tão jovem, tão madura e já motivadora!

 

6. Stefani Queirantes Arraes, Secretaria do Desenvolvimento Econômico, Trabalho e Turismo

Admissão: 2009
Antes de vir para a prefeitura, Stefani era incentivada pela mãe, que já era funcionária pública, a prestar o concurso. Mas ela ‘torcia o nariz’ com medo de a estabilidade a estagnar. Mas, como já havia terminado o curso técnico em Recursos Humanos – pedido em concurso -, prestou, passou e foi chamada para o setor de RH. Passado o tempo já com o diploma em mãos, encarava algumas entrevistas para melhor oportunidade. Durante um período, Stefani se dedicou a treinamentos e desenvolvimento, e essa interação com o público era uma tarefa prazerosa. Mas no ano passado, segundo ela, a harmonia entre sua equipe de trabalho passou a fazer parte do seu dia a dia. Revelou que na Secretaria do Desenvolvimento Econômico, Trabalho e Turismo existe uma busca pela eficácia e uma dinâmica que favorece o bom atendimento das demandas. E que essa harmonia supera muitas vezes o lado financeiro. Parabéns Stefani pelo desejo de aprender, sempre!

 

7. Célia Maria de Quadros, Secretaria de Desenvolvimento Urbano

Admissão: 1996
Três anos após passar no concurso veio ocupar a pasta da qual não saiu mais. E assume, apesar do serviço ter as mesmas características, a emissão de alvará mudou!! O curso de datilografia já não existe mais, a máquina de escrever não é mais usada e o curso de computação que a prefeitura proporcionou, surgiu para a evolução na virada do século! Outra evolução que ela gosta bastante de destacar é o fato de saber com antecedência os projetos para a cidade. Lembra-se perfeitamente de quando preparava a documentação para a vinda de empresas importantes. Para ela, essa é a real contribuição para o desenvolvimento da cidade. E numa escala de 1 a 10 Salto está bem pertinho da nota máxima. Parabéns Célia por detalhar ou traduzir tão bem essa evolução!

 

8. Rebeca Ferraz Rodrigues, Secretaria de Governo

Admissão: 2012
De 2009 a 2011 foi guardinha na Defesa Civil e foi muito marcante para ela ter mobilizado a população para as doações ao Haiti devido ao desastroso terremoto ocorrido naquele país. Em 2012 foi surpreendida pelo telegrama sobre a aprovação do concurso que a deixou muito feliz. Foi servidora nas pastas: RH, Compras e hoje no Governo /Gabinete percebe o quanto tem sido bom essa trajetória de aprendizado, através de públicos e rotinas diferentes. E estar sempre pronta para novos desafios e trabalhar a paciência para lidar com tudo e todos. Hoje a escolha de sua faculdade de Direito se deu pelo contato com tantas prestações de contas e pela apreciação das leis! Parabéns jovem Rebeca pela busca incessante pelo conhecimento!

 

9. Vandineuza Gouvea Silva, Secretaria da Saúde

Admissão: 2007
Onze anos de trabalho na saúde, e algumas bases na bagagem: Salto São José, Jd. Marília, Jd, Saltense, mas o que marcou a vida profissional da Vandineuza foram os três anos na Vigilância Epidemiológica. Ela revela que cercava o município contra epidemias em todos os lugares, desde zona rural até escolas na zona urbana. Durante as investigações sobre a mortes infantis, vinha a sensação de realidade e sofrimento. Em sua opinião, o funcionário da Saúde tem que ser forte, pois a carga emocional é grande. E que a cobrança e reclamação são naturais, mas nem por isso ela se deixou ou se deixa abalar. Sempre dedica o seu melhor. Seu conselho é colocar o respeito que gostaria de receber. Parabéns Vandineuza e que essa força e dedicação contagie a todos!

 

10. Matheus Damato Neto, Secretaria de Esportes

Admissão: 1967 com Portaria de 1989
Matheus Neto tem muitas histórias para contar ao longo desses 50 anos como servidor municipal. Durante seu depoimento o olhar já demonstrava a nostalgia. E nisso, surgiu a primeira frase: ‘ já passei por tantos lugares, abri tantas valetas, inclusive a da prefeitura para puxar o cano de água, até o Santo Inácio. E brincou: ‘Trabalhei de tudo, até de lixeiro. Ele lembra do antigo restaurante, onde hoje é o Memorial do Tietê. Ajudou a construir! Mas a grande recordação é da carcaça do peixe que o proprietário dava para fazer um sopão!! E sobre o município, ele se encanta com as mudanças que chama de espetaculares! Os Bairros expandiram demais!!! E ao final, contou como chegou a Servidor Municipal. Através do futebol. Jogava como centroavante no Grêmio de Salto, quando foi chamado a trabalhar na prefeitura. E hoje ele ocupa o Ginásio de Esportes onde tudo começou, muita bola rolou e ainda rola!

 

11. Angela Marcia Chimin, Secretaria da Defesa Social

Admissão: 2006
Ela ingressou para a primeira turma de mulheres da Guarda Civil Municipal em 2006 quando a Lei foi sancionada. E de lá para cá, orgulho e honra pela farda e pelo município caminham juntos. E conta, que cresceu no bar mais antigo da cidade, de propriedade do seu pai e de lá viu a cidade crescer, cobrindo o mata burro de sua rua. Nem aspirava ter a cidade como sua família, como gosta de dizer. Entre as paixões de servir o município destaca o Projeto de Educação no trânsito que só no ano de 2012 instruiu mais de 6 mil crianças. Também um parto de uma criança que realizou ao lado da garagem da Defesa Civil que a fez sentir uma emoção maior do que o parto de seus três filhos! Hoje, com a faculdade de Serviço Social sonha viver outros desafios. Parabéns Ângela pelo orgulho de ser não só servidora pública, mas nossa Guarda Civil Municipal.

 

12. Abelim Abdia Mendes Lúcio, Secretaria da Educação

Admissão: 2002
Já estava descrente em ser chamada, quando, com a inauguração do CEMUS XI, foi convocada para serviços gerais. Hoje, incluiu na sua rotina a monitoria da criançada. Para ela, são horas de dedicação que demostram o quanto os servidores são empenhados com o trabalho. Em seu aprendizado estão três palavras que aprendeu no dia-a-dia da Educação: Amor, Respeito e muita Paciência. Seu prazer ao empregar o sentido dessas palavras na rotina com os diretores, professores e alunos ela reconhece no carinho de cada ‘tia Bela daqui, tia Bela, dali’ que ouve. Até mesmo para a decoração de festas na escola, quando a sua opinião é fundamental. Parabéns Abelina por toda essa garra, amor, respeito e paciência!

 

13. Cesário Prestete – Secretaria de Finanças

Admissão: 1987
Iniciou como Martelinho, aos 14 anos. E nesses 21 anos de serviço municipal já passou por algumas funções. Desde o manuseio do martelinho nos vãos dos paralelepípedos da cidade, até chegar ao moderno autocad. Uma das tarefas, porém, que permitiu constantes brincadeiras por causa do termo, foi a de ‘Lançador’. Ninguém entendia e ele aproveitava para brincar dizendo que lançava pedrinhas… Mas na verdade foram muitos IPTUs lançados em cadastro; muitas plantas de loteamentos e revisões de metragens em terrenos que também renderam conhecimento a fundo de cada pedrinha do município! ”   Parabéns por representar cada um em sua secretaria, incluindo os metros cúbicos, Cesário!

 

 

14. Jurandir Lemes Cardoso, “Jura” (in Memorian), Secretaria de Obras

Admissão: 1993
Servidor concursado no cargo de foiceiro. Em sua trajetória como servidor galgou por suas habilidades e competências o cargo de líder de equipe na área de limpeza de feiras livres, nos serviços de manutenção de áreas verdes e jardinagem. Era um líder integro, comprometido de forma a alcançar resultados em todos os serviços.

Queremos externar a todos os familiares e amigos nossos sinceros agradecimentos pelos relevantes serviços prestados pelo “Jura” ao nosso município. Seu talento e caráter muito encantou a todos. Agora esse vazio abre espaço para a saudade eterna.

Comments are closed