Secretaria da Saúde realiza Campanha preventiva contra Sífilis

A Prefeitura, por meio da Secretaria de Saúde e do Ambulatório de Moléstias Infecciosas (AMI) vai realizar a Campanha da Prevenção da Sífilis nos dias 18/10, a partir das 8:30, na esquina da Rua 9 de Julho com a avenida Dom Pedro, e no dia 21/10, a partir das 14:30, na avenida Dom Pedro (ao lado da sorveteria Líder) testes rápidos para Sífilis e orientações à população sobre esta infecção.

No AMI são realizados todas as segundas e sextas-feiras, das 8h às 12h, testes rápidos de HIV, Sífilis, Hepatites B e C, ações de prevenção, aconselhamento, e diagnóstico precoce. Em média, são atendidos de 80 a 150 pacientes para testes rápidos, fora as ações extramuros. Para os casos positivos, os pacientes são orientados a realizar o tratamento oferecido gratuitamente pelo SUS.

Para o secretário da Saúde, Flávio Vitale, “ações extramuros são fundamentais para ampliar o acesso da população aos testes. Nem todos conseguem encontram tempo durante a semana e horário comercial para comparecer nas bases de saúde. As ações fora das bases de saúde suprem esta lacuna”, observa.

Nas unidades básicas de saúde, estão sendo anexados os cartazes e fazendo a distribuição de folders para chamar atenção quanto a importância de realizar testes rápidos com o casal, ou seja, além da gestante, é fundamental o pai da criança fazer o teste para preservar a saúde do bebê durante a gestação, período que também pode ocorrer as relações sexuais.

De acordo com o Ministério da Saúde, a sífilis é uma doença considerada de alta transmissão no Brasil. A infecção é transmitida sexualmente e pode pôr em risco a saúde da gestante contaminando o bebê ainda durante a gestação. O acompanhamento das gestantes e parceiros sexuais durante o pré-natal previne a sífilis congênita. Por isso é importante que a gestante e o parceiro façam o primeiro teste o quanto antes, preferencialmente nos três primeiros meses de gestação.

Programa de prevenção foi levado a jovens do IFSP

A Prefeitura, por meio da Secretaria de Saúde levou para os alunos do IFSP – Instituto Federal de São Paulo o programa de Prevenção de HIV e IST – Infecções Sexualmente Transmissíveis, nos dias 02, 04, e 09/10. Estiveram presentes para realizar o trabalho a assistente social Maria Wilma Galbes Rosati, a psicóloga Ana Amélia Siqueira Fávero Camargo e a enfermeira Ana Paula Aguirre. Essa programação incluiu palestras e um bate-papo que atingiu cerca de 250 jovens. O objetivo foi orientar com responsabilidade o início da vida sexual, período em que muitas dúvidas surgem, e que a prevenção deve ser incluída.

Comments are closed