Consórcio do Ribeirão Piraí se reúne em Brasília para pleitear recursos para início da barragem

O Prefeito de Salto Geraldo Garcia participou nesta quarta-feira (12), de uma importante reunião na sede da Caixa Econômica Federal em Brasília – DF, para tratar de assuntos relacionados ao Consórcio Intermunicipal do Ribeirão Piraí.

O encontro contou com a presença do presidente do Consórcio, Nilson Gaspar (prefeito de Indaiatuba), da superintendente do Consórcio Intermunicipal, Vanessa Kühl e analistas do Ministério das Cidades. Na pauta, tratativas para a liberação dos recursos para o início da barragem regional do Ribeirão Piraí. “Este é um momento representativo dessa luta histórica para termos essa obra tão importante para nosso futuro hídrico”, disse o Prefeito de Salto.

O Consórcio Intermunicipal do Ribeirão Piraí é formado pelas cidades de Salto, Itu, Indaiatuba e Cabreúva. A barragem deverá ser construída na divisa dos municípios de Itu e Salto. O projeto prevê 386 metros de comprimento, 15 metros de altura, espelho d´água de 1,3 km² e capacidade para armazenar 9 bilhões de litros de água. A área total a ser desapropriada é de mais de 2,97 km². A obra garantirá a ampliação do volume de captação dos municípios de Indaiatuba, Salto e Itu.

Captação de água

Dentre as reuniões em Brasília, o Prefeito de Salto esteve reunido com o chefe de Gabinete da Secretaria Nacional de Saneamento Ambiental do Ministério das Cidades, Geraldo Melo Corrêa. Na oportunidade, o Chefe do Executivo saltense tratou sobre a aplicação de recursos do programa Avançar Cidades para uma futura nova estação de captação de água na foz do Ribeirão Piraí.

“Além da reunião sobre o Consórcio, tive a oportunidade de iniciar uma discussão sobre o futuro da captação de água em Salto.   Este é um projeto grande, que visa aumentar o volume de captação do município e atender a demanda prevista para os próximos anos”, destacou Geraldo Garcia.

Comments are closed